Os Melhores Conteúdos
De Marketing Digital

Tudo que sua empresa precisa para se posicionar e vender.

O que é tráfego pago? | Guia completo

O-que-e-trafego-pago.png

O que é tráfego pago? Podemos dizer que é uma das melhores formas de atrair tráfego para o seu site. Quando se trata de promover seu site, às vezes a geração de tráfego precisa de uma mão amiga. 

Usar o SEO é ótimo e é uma abordagem que nós (e todos os outros profissionais de marketing) altamente recomendamos – mas um aumento pago em seu tráfego pode fazer uma grande diferença em seu negócio.

Hoje em dia, existem muitas fontes diferentes de tráfego pago disponíveis online. E não, não estamos falando sobre aqueles pacotes do tipo ‘Vou enviar 10.000 pessoas ao seu site em 3 dias’. 

Tráfego pago é um termo relativamente amplo e vamos examinar os prós e os contras de muitas das opções disponíveis. O pagamento por clique é talvez a opção mais conhecida para comprar tráfego do site, mas há uma variedade estonteante de opções disponíveis.

O que é tráfego pago?

Tráfego pago é toda a forma de geração de tráfego que necessita de algum investimento ($$). Seja feita pelo Google Ads, Facebook, Youtube entre outros meios. 

Fontes de tráfego de pagamento por clique

Fontes de tráfego de pagamento por clique

Conforme mencionado, PPC é provavelmente a forma mais popular e mais conhecida de aumentar o tráfego do seu site com visitantes genuínos e interessados. Com tantos anos construindo seus algoritmos, desenvolvendo plataformas e coletando dados, é claro que essa é a melhor maneira de divulgar sua mensagem.

A desvantagem? Pode ficar caro. O pagamento por clique pode ser qualquer coisa de menos de um real até os múltiplos de centenas por um clique. A média para a maioria das empresas será de cerca de R$5-10 por clique nas palavras-chave mais populares, embora isso possa aumentar em determinados momentos e estar sujeito a intensa concorrência.

Outra desvantagem de pagar por clique, como descobrimos regularmente neste blog, é a exposição à fraude de anúncio e fraude de clique. Essas são práticas destinadas a canalizar os gastos com publicidade de todos os tipos de empresas para partes fraudulentas, ou mesmo apenas para prejudicar sua estratégia de publicidade.

Então, o pagamento por clique realmente vale a pena? Bem, além dessas desvantagens, o pagamento por clique é muito eficaz e cria condições equitativas para todos os profissionais de marketing e empresas, independentemente de seu tamanho. 

Considere que R$3,5 trilhões foram gastos online em 2019 e que a previsão é de crescer para cerca de R$4,9 trilhões até 2021, e você verá por que o marketing online é um grande negócio.

Então, quem são os jogadores de que você precisa para se envolver em sua estratégia de tráfego pago?

1. Google

O grande cão quando se trata de pagamento por clique, o Google Ads é a maior fonte de publicidade paga por clique do mundo, com entre 70-73% de todos os gastos com publicidade global na plataforma.

O Google é o mecanismo de busca mais usado do mundo, com 75% de todas as buscas globalmente. Além disso, a Rede de Display do Google, que é uma lista de cerca de 2 milhões de websites nos quais os anúncios podem ser exibidos como parte de sua campanha PPC, a torna ainda mais atraente. 

Quando você também considera que a Rede de Display inclui sites como YouTube, Google News e Blogger, percebe como os anúncios PPC do Google são importantes.

Prós: grande alcance, fácil de gerenciar, acessível para qualquer empresa, muitas opções para diferentes tipos de publicidade.

Contras: muita competição por palavras-chave, aberta a fraude de anúncio / fraude de clique, pode se tornar muito cara se não for gerenciada corretamente.

2. Bing

Oferta do mecanismo de busca da Microsoft, Bing é a segunda maior rede de publicidade de mecanismo de busca do mundo. Embora representem apenas 9% do mercado mundial, eles parecem ter uma grande presença nos Estados Unidos, onde aparentemente possuem 33% do mercado.

Usar os anúncios PPC do Bing dá a você acesso à rede de sites da Microsoft, que inclui MSN e Yahoo! As buscas feitas pelo Yahoo mostram resultados do software de busca do Bing, e com 3% das buscas globais, essa é outra fatia bacana.

Prós: menos competição pelo primeiro lugar do que o Google, custo por clique menor que o do Google, acesso a sites populares como o Yahoo!

Contras: menor participação de mercado, ainda vulnerável à fraude de cliques e de anúncios, algumas limitações na segmentação de anúncios.

3. O Facebook

A maior rede de mídia social do mundo se tornou uma das maiores opções para anunciantes nos últimos anos. Apesar da imprensa negativa e até de alguns boicotes por parte das empresas, o Facebook ainda atrai entre 20 a 25% dos gastos globais com anúncios online. 

Esse acesso controverso aos dados do usuário é o que lhe dá a vantagem, com a opção de direcionar a demografia do usuário em um nível que as redes de pesquisa simplesmente não conseguem. 

Em termos de tráfego pago, é uma forma muito eficaz de aumentar o seu marketing e obter grande visibilidade. Na verdade, adicionar sua empresa ao Facebook se tornou uma prática padrão nos dias de hoje, gerando tráfego pago decente para todos os tipos de sites.

Considere também que o Facebook é dono do Instagram, a ‘outra’ grande rede de mídia social, e também há uma rede de exibição, conhecida como ‘Rede de Audiência’. Resumindo, usar o Facebook como uma fonte de tráfego pago pode ser uma receita muito poderosa para o sucesso.

Prós: acesso aos usuários das duas maiores plataformas de mídia social do mundo, CPC fácil de gerenciar e relativamente acessível em comparação com o Google, o acesso demográfico é incomparável.

Contras: os dados sugerem que o alcance orgânico do Facebook foi esgotado (então você precisa gastar para obter resultados), alcance limitado a usuários ativos do Facebook e Instagram, os anúncios do Facebook podem estar sujeitos a fraude de cliques.

4. Os outros sites de mídia social

Para resumir, estamos colocando todos os outros sites de mídia social nesta lista, que inclui:

  • Twitter;
  • Pinterest;
  • Linkedin;
  • Reddit;
  • Snapchat.

Cada um desses sites oferece independentemente anúncios pagos direcionados a seus usuários. Claro, cada um tem seus prós e contras, mas em geral tudo se resume a direcionar os usuários ativos. 

Reddit, por exemplo, é um dos sites de rápido crescimento da Internet e um site cada vez mais importante para os profissionais de marketing de SEO compartilharem seus links.

Para o B2B, o Linkedin se tornou uma plataforma muito importante, e o Twitter e o Pinterest também têm seus próprios usuários fiéis. Um benefício para tudo isso é um CPC relativamente mais baixo do que o Google, a capacidade de direcionar o tráfego pago por meio de interesses e dados demográficos como o Facebook e um pouco menos de competição do que os dois acima. 

Prós: bom acesso aos dados demográficos do usuário, relativamente não competitivo, CPC mais baixo do que os gigantes da pesquisa.

Contras: alcance limitado ao público ativo nas plataformas, algumas dúvidas sobre a relação custo-benefício e eficácia, campanhas adicionais para gerenciar se você também estiver executando o Google / FB etc.

Que tipos de tráfego pago existem?

o que trafego pago

Quando se trata de comprar visitantes do site, a maioria usará o Google Ads como padrão. E por um bom motivo; O Google oferece de longe a plataforma mais abrangente para comprar visitantes do site.

Mas existem muitas outras maneiras de gerar tráfego online. Os que você escolher provavelmente dependerão de seus objetivos para sua empresa e seu site.

1. Pague por clique ou por impressão 

O PPC é provavelmente a primeira coisa em que você pensa quando pensa em fontes de tráfego pagas. Você paga uma plataforma de publicidade, normalmente uma com acesso a um público enorme e global, para exibir o banner ou link de sua empresa para as pessoas com base em suas pesquisas. 

As plataformas populares de anúncios pagos por clique (PPC) incluem Google Ads, Bing/Microsoft e Facebook e outras redes de mídia social. 

2. Postagens pagas ou patrocinadas

Postagens patrocinadas em publicações de alto nível não são novidade. Pense em publicitários em revistas ou na TV, por exemplo. Na era digital, as postagens de visitantes pagas são um grande negócio, com toda uma indústria construída em torno da hospedagem de artigos com links para o seu site.

3. Marketing de influência

A ascensão das mídias sociais comprou com ela um novo canal de marketing. Na verdade, o marketing de influenciador nem mesmo é uma coisa nova. Pense na colocação de produtos nos filmes de Bond ou no hype associado a produtos ou marcas associadas às aparições no tapete vermelho de estrelas de cinema.

O marketing de influenciadores se enquadra nas fontes de tráfego pago, visto que você está pagando alguém para promover seu negócio.

4. Compra de tráfego direcionado

Você pode ter visto, ou talvez ouvido, a opção de comprar fontes de tráfego direcionadas para sites em sites como o Fiverr. Muitos deles afirmam estar enviando a você tráfego cuidadosamente verificado de locais específicos ao redor do mundo, por exemplo, ‘Eu garanto 10.000 visitas do Brasil em 3 dias’.

5. Listagens de diretórios pagos

Lembra das páginas amarelas? Os diretórios ainda existem, embora quase todos online e talvez menos importantes do que antes. Ter sua empresa listada em um diretório pode ser muito importante para certos tipos de indústrias, especificamente serviços especializados e de nicho. As listagens de diretórios pagas valem o preço de entrada para uma empresa média?

Postagens pagas ou patrocinadas

Os profissionais de marketing se conscientizaram da importância do guest post para uma combinação de fontes de tráfego pago e para aumentar a autoridade de domínio (DA). 

Embora o DA já exista há anos, toda uma indústria de sites pokey projetados quase exclusivamente para hospedar posts de convidados surgiu, distorcendo ligeiramente a eficácia dessa prática.

No entanto, as postagens de convidados no site certo definitivamente valem o preço da entrada (que esperamos ser grátis!). No que diz respeito às fontes de tráfego pago, um guest post em um site como o Buzzfeed, Huff Post ou Business Insider alcançará um grande público. Como um feliz efeito colateral, uma postagem em um site respeitável fará maravilhas pelo seu SEO e autoridade de domínio.

Esteja avisado, no entanto, que o Google desaprova links pagos, vendo-os como uma técnica de SEO de ‘chapéu cinza’ (por exemplo, obscuro). Mas a suposição é que, de uma fonte confiável, isso pode ser esquecido e visto como ‘chapéu branco’ (por exemplo, bom).

O truque é ficar atento a reclamações de proprietários de sites sobre a enorme quantidade de tráfego pago gerado por um site do qual você nunca ouviu falar. E, olhando mais de perto, é um site de má qualidade construído em torno de um tema genérico do wordpress com muito conteúdo mal escrito, terrivelmente formatado e cercado por anúncios. 

Se o alarme está tocando, é porque você provavelmente tropeçou no tipo de site que opera as redes de fraude de publicidade. Sim, esses sites provavelmente irão direcionar o tráfego para o seu site, mas não é uma fonte de tráfego pago que você desejará a longo prazo. 

Pesquise quais são os sites populares em seu nicho, aprofunde-se nas estatísticas de sites que você nunca acessou, estabeleça um relacionamento com o editor e não gaste dinheiro apenas porque a autoridade do domínio é boa.

Prós: ótimo para o seu alcance e visibilidade, provavelmente também irá melhorar o SEO do site certo, pode ser econômico a longo prazo

Contras: sites de baixa qualidade podem direcionar o tráfego de bot para seu site, sites de baixa qualidade também podem afetar negativamente seu SEO e autoridade de domínio (DA). Muitas vezes, sites para postagens de visitantes pagos simplesmente desaparecem se o webmaster não puder pagar pela manutenção

Marketing de influência

Apesar de alguma mídia negativa nos últimos anos, o marketing de influenciadores como fonte de tráfego pago não vai a lugar nenhum. A razão é que o marketing de influenciador provou ser eficaz. 

Considere que a maioria dos millennials e da Geração Z são mais propensos a assistir ao YouTube ou passar horas navegando no Instagram e no Snapchat, e é aí que o marketing de influência como fonte de tráfego pago para seu site ou negócio começa a fazer sentido.

Um dos grandes benefícios do marketing de influenciador é que os espectadores provavelmente confiam em seu influenciador. Ver o seu produto nas mãos deles é um endosso sólido que fará com que os outros o desejem. 

Como funciona? Existem agências que gerenciam influenciadores e se especializam em combinar marcas com o cara/garota certo. Mas se você quiser fazer DIY, basta encontrar o influenciador com quem deseja trabalhar e chegar até ele. Simples assim. 

Muitas vezes, eles têm suas próprias regras básicas e preços, mas a vantagem de trabalhar diretamente com as pessoas é que você pode negociar seu próprio negócio. 

As desvantagens do marketing de influenciador são que as pessoas são pessoas e, às vezes, fazem coisas bobas. Por exemplo, se o influenciador escolhido se envolver em algum escândalo, isso pode refletir negativamente em sua marca

Também é difícil quantificar o quão eficaz sua parceria tem sido, a menos que eles compartilhem um link de afiliado rastreável, por exemplo. 

Prós: eficaz na segmentação das gerações mais jovens, pode ser rentável com o influenciador certo, pode estabelecer rapidamente a visibilidade de sua marca com um segmento de mercado.

Contras: a conduta do seu influenciador pode afetar a forma como sua marca é vista, o ROI é difícil de medir, os influenciadores podem perder o engajamento ou parar de produzir conteúdo sem aviso prévio.

Compre tráfego da web direcionado

Não faltam lugares onde você pode comprar tráfego online. Uma simples pesquisa por ‘comprar tráfego do site’ fornece 1,25 bilhão de resultados. A maioria deles afirma ter tráfego 100% humano, sem bots, nichos direcionados e uma enorme quantidade de tráfego pago de qualquer fonte nacional que você esteja procurando. 

Frequentemente, os preços também são incrivelmente baixos, às vezes até frações de centavo por visitante. Então, qual é o problema com esse tráfego pago barato do site? Esses humanos realmente genuínos estão clicando em seu site?

A maioria das plataformas que oferecem tráfego de site barato usa táticas furtivas para direcionar o tráfego, por exemplo, usando pop-ups (ou pop-unders) em sites. Eles também colocam anúncios em uma ampla rede de sites de baixa qualidade com altos volumes de tráfego, a maioria dos quais de bots baseados em click farms. Sim, embora digam que não há bots, isso não pode ser garantido. 

De um modo geral, comprar tráfego pago da web direcionado barato de sites como o Fiverr significa que você tem pouco ou nenhum controle sobre suas origens de tráfego. Também é muito improvável que você veja muito no caminho do engajamento, com aquele grande aumento no tráfego pago principalmente de fontes acidentais, redirecionadas ou mesmo automatizadas.

Quando se trata de fontes de tráfego pago, isso pode ser uma ‘vitória rápida’ para aumentar suas visualizações, mas geralmente em detrimento do seu site em geral. É altamente recomendável que, a menos que seu objetivo seja apenas aumentar as visualizações do seu site, por qualquer motivo, você evite usar tráfego pago barato da web pago.

Prós: uma maneira rápida de aumentar as visualizações do seu site, mais barata do que os métodos PPC.

Contras: nenhuma maneira de controlar as fontes de tráfego pago, muito pouco envolvimento com o site, nem sempre o que se afirma ser (ou seja, muitas vezes bots ou tráfego redirecionado), geralmente clique no tráfego do farm, mesmo que diga que não é.

Listagens de diretório pagas

Se você tem a minha idade, deve se lembrar de sites como o DMOZ ou do fato de que costumava enviar seu site a diretórios para serem listados. Por exemplo, Yahoo! costumava exigir que os webmasters enviassem seus sites para que pudessem ser indexados em seus resultados de pesquisa. 

O Google mudou o jogo com seu algoritmo sofisticado que removeu a necessidade de qualquer trabalho braçal. Em vez disso, o Google encontra você por meio da relevância do seu site, histórico de tráfego pago e conteúdo bem otimizado. 

Porém, isso não significa que os diretórios foram removidos e, na verdade, existem muitos sites que listam seu site gratuitamente, mas geralmente cobram uma taxa para promover ou aumentar seu site na lista.

Como uma fonte de tráfego pago, esses diretórios valem seu preço? Em geral, não. Mas, como sempre, não é tão simples assim. Alguns setores especializados, como arquitetura ou direito, podem ter diretórios abertos apenas para membros que geralmente precisam pagar por eles. 

Você precisa pagar para ser listado no Yelp ou Yell.com? Se estar no topo desses diretórios pode fazer diferença para o seu negócio, então você pode dizer sim, então tudo se resume à sua estratégia de negócios. 

Para a maioria dos sites, por exemplo, se você for um site de comércio eletrônico ou uma startup de fintech, estar em um site de diretório provavelmente fará pouca diferença.

Prós: os backlinks são bons e os diretórios costumam ser seguidos, visibilidade extra pode ser útil, assinatura anual pode ser acessível.

Contras: frequentemente usado por profissionais de marketing de chamadas não solicitadas para agregar detalhes de contato (portanto, muitos spams e chamadas incômodas), desnecessário se você tiver um conteúdo decente indexado online, o PPC é muito mais eficaz para atingir dados demográficos específicos

Conclusão

Pagar pelo tráfego do site talvez seja inevitável, mas é bom saber o que escolher. Obviamente, você vai querer a opção mais eficaz e também evitar a exposição a fraudes. 

O pagamento por clique se tornou a opção ideal para tráfego pago simplesmente por ser eficaz e fácil de gerenciar. Você tem amplo controle sobre suas palavras-chave, segmentação geográfica e demográfica e até mesmo seu orçamento.

Mas, dependendo do seu produto ou serviço, aproveitar o poder do marketing influenciador ou das publicações patrocinadas pode ser uma fonte de tráfego pago adicional eficaz para o seu site. Pagar por anúncios nas redes sociais também é algo que tem muito potencial para o sucesso de marketing, se feito da maneira certa.

Adriano Luz


One comment

  • Soraya

    at

    Ótimo artigo! Esclareceu algumas dúvidas que eu tinha

    Reply

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Este site utiliza cookies para armazenamentos de dados de visitação para melhorar sua experiência.
Open chat
1
Olá, Você deseja resultados para seu negócio?
Headlines Prontas
Mais de 200 títulos para escolher
Resgatar o meu E-BOOK
+357 biografias
PRONTAS para o Instagram
Resgatar o meu E-BOOK
Headlines Prontas
Mais de 200 títulos para escolher
Resgatar o meu E-BOOK