Os Melhores Conteúdos
De Marketing Digital

Tudo que sua empresa precisa para se posicionar e vender.

Remarketing Facebook: como criar uma campanha

remarketing-facebook-como-criar-uma-campanha.png

O remarketing do facebook permite que você mantenha sua marca atualizada na mente dos clientes em potencial, seguindo-os pela web com mensagens direcionadas.

O abandono do carrinho digital está em alta. Estudos recentes mostram que o abandono médio está acima de 75% e aumentando. Em outras palavras, três em cada quatro compradores em seu site que realmente passam pelo problema de colocar itens no carrinho e simplesmente desaparecem.

Imagine quanto dinheiro você está deixando na mesa com essas conversões perdidas. Hoje, os anunciantes precisam ser mais inteligentes do que nunca para atrair esses clientes/leads em potencial.

Embora a tarefa possa parecer assustadora, plataformas que dependem de anúncios como Google e Facebook a tornam surpreendentemente fácil. E as plataformas de remarketing social são especialmente eficazes na geração de um alto ROAS, se você souber como configurá-las corretamente.

Vamos dar uma olhada no remarketing do Facebook para ter uma ideia melhor de como ele pode ajudar a melhorar suas campanhas sociais e fechar mais daqueles que abandonaram o carrinho de compras quase convertendo.

 

O que é remarketing do Facebook?

Antes de começarmos, vamos esclarecer o que é remarketing e por que ele é importante.

O remarketing (ou “retargeting”, dependendo para quem você perguntar) mostra seus anúncios personalizados para usuários que já se envolveram com sua marca online. 

Quando os usuários visitam seu site, página de destino ou página de mídia social, um cookie ou pixel é adicionado ao navegador e permite que seus anúncios os “sigam” para outros espaços digitais com conteúdo baseado nas informações de seu cookie.

Onde quer que seus usuários estejam, seus cookies o seguirão. O remarketing do facebook é uma tática comprovada para atrair clientes que escaparam do funil de vendas para voltar e converter.

Por exemplo:

  • Os visitantes que veem anúncios de remarketing têm 70% mais probabilidade de converter em um site em comparação com aqueles que não veem;
  • Em um estudo conjunto, descobriram que o remarketing aumentou as pontuações da marca registrada em 1.046%, o melhor desempenho entre seis estratégias de segmentação testadas;
  • Apenas 11% dos consumidores tiveram uma reação negativa aos anúncios de remarketing em um estudo, enquanto 30% dos compradores que notaram responderam positivamente.

O remarketing do Facebook é especialmente potente por causa de quão específicos são os dados de segmentação e rastreamento disponíveis. Ao se concentrar em usuários específicos que realizaram ações específicas, você pode usar o pixel de remarketing do Facebook para:

  • Reforce sua mensagem para usuários que visualizaram páginas específicas;
  • Mostre anúncios direcionados aos visitantes que voltaram;
  • Faça upsell e venda cruzada de novos itens para compradores anteriores;
  • Incentive os visitantes a saber mais ou a concluir uma compra.

Finalmente, apesar do recente crescimento de outras redes sociais, o Facebook ainda é o padrão para o sucesso do marketing digital. Em uma pesquisa, mais de 95% dos profissionais de marketing de mídia social apontaram o Facebook como a melhor rede social para produzir ROI para seus clientes.

Esses resultados colocaram o Facebook bem à frente do Twitter (63,5%) e Instagram (40,1%). Portanto, em poucas palavras, se você planeja usar publicidade direcionada para aumentar as vendas, o Facebook é provavelmente o melhor lugar para começar.

Mas isso é o suficiente sobre o quão valioso o Facebook é como um ativo de remarketing – vamos passar do “porquê” e entrar no “como” já.

 

Maximize sua publicidade paga

Se você pretende atingir usuários específicos do Facebook, é importante saber quais metas e ações específicas você está tentando iniciar com seus anúncios, especialmente porque você está usando o orçamento real para alcançá-los.

O remarketing do facebook é uma ótima maneira de preencher e tapar buracos em seu funil de vendas, começando com um vazamento principal próximo ao fim.

1. Reduza o abandono do carrinho

Os carrinhos digitais abandonados são um problema real e não vão desaparecer. Na verdade, a coleção de estatísticas de taxas de abandono do Instituto Baymard mostra o número de carrinhos abandonados aumentando, de cerca de 60% no final dos anos 2000 para mais de 80% em alguns casos hoje.

O remarketing no Facebook permite que você alcance esses “fantasmas” e os lembre de que provavelmente eles ainda querem aquilo que estavam prestes a comprar e que não é tarde demais.

O Facebook ainda oferece “códigos de evento” específicos para ações granulares no site, para que você possa criar anúncios específicos para alcançar usuários que adicionaram um item a um carrinho de compras ou a uma lista de desejos.

2. Mantenha seu produto atualizado

Além de alcançar quem abandonou o carrinho, o sistema de remarketing do Facebook permite que você direcione os usuários que visitaram páginas de produtos específicos, mas não colocaram itens no carrinho.

Esses usuários são bons alvos para remarketing porque visitar páginas de produtos geralmente indica interesse e intenção de compra. Eles podem até estar olhando para diferentes versões do mesmo produto em diferentes sites antes de se comprometerem com a compra.

Anúncios dinâmicos no Facebook mantêm seus produtos e sua marca sempre atualizados na mente desse público. Ao direcionar os usuários que clicaram em produtos específicos e excluir aqueles que acessaram a página “Pedido concluído”, você pode se reconectar aos visitantes que não estavam prontos para a conversão, mas podem estar prontos agora.

E, como bônus, você fez uma liquidação da concorrência! Outra ótima estratégia a ser usada é a retargeting de link. Ele permite que você redirecione anúncios para pessoas que já interagiram com um link em sua postagem na mídia social. Isso adiciona clientes em potencial ao funil de retargeting, mesmo quando eles ainda não visitaram seu site.

3. Ofereça incentivos especiais para motivar os clientes a comprar

Os clientes que se envolvem com o conteúdo de sua marca, mas não convertem, também estão prontos para o remarketing no Facebook. Esses visitantes já compartilharam suas informações pessoais para acesso a conteúdo bloqueado, como um webinar ou um ebook.

Basicamente, eles entraram em seu funil de marketing voluntariamente, o que os torna mais propensos a responder quando você oferece um incentivo. Incentivos especiais para um público que compartilhou suas informações de contato podem incluir anúncios baseados em vendas direcionados aos compradores pela primeira vez ou descontos por tempo limitado para produtos populares.

Às vezes, o público ainda precisa ser nutrido neste estágio. Se for esse o caso, você pode criar anúncios que oferecem uma avaliação gratuita para manter os leads engajados e avançando no funil de marketing.

4. Comportamento específico baseado no objetivo

Se você realmente deseja atrair de volta os desistentes do carrinho, o pixel de rastreamento do Facebook possibilita a execução de anúncios direcionados com base no comportamento dos visitantes que saltaram.

Por exemplo, você pode usar o remarketing do Facebook para alcançar usuários com base no dispositivo que usaram, atividades que concluíram e muito mais. Outros comportamentos do usuário podem demonstrar maior interesse, como a quantidade de páginas que eles visitam, se rolarem ou não até o final de uma página de oferta e outros critérios.

A criação de uma campanha de remarketing do Facebook torna mais fácil analisar essas informações e usá-las para melhorar seus esforços de publicidade. A próxima etapa é configurar públicos-alvo personalizados para segmentar ainda mais e personalizar sua mensagem para seus clientes em potencial.

 

Segmentando um público personalizado

A ferramenta de público-alvo personalizado do Facebook foi projetada para exibir seus anúncios de remarketing para pessoas que já estão interessadas em seu produto ou marca.

Você (ou sua equipe de marketing) pode criar públicos-alvo personalizados com base em dados que incluem:

  • Seus clientes existentes e clientes potenciais;
  • Tráfego do site (todos os usuários ou visitantes específicos da página);
  • Ações em aplicativos móveis.

Cada um desses alvos apresenta suas próprias oportunidades e requer sua própria estratégia.

1. Clientes Atuais

Quando você está configurando sua campanha de remarketing do Facebook, os clientes que já compraram de você são o lugar ideal para começar. Em termos de frutas ao alcance da mão, não fica muito mais maduro do que isso.

Os compradores recorrentes também gastam quase cinco vezes mais por visita do que os compradores regulares. Você pode recapturar alguns desses clientes com anúncios direcionados no Facebook.

Sua campanha de remarketing pode anunciar novas versões de compras anteriores de seus clientes ou oferecer descontos e promoções cruzadas para produtos relacionados.

Se você planeja atingir seus clientes existentes, é melhor não atingi-los com uma venda difícil. Você pode desenvolver o relacionamento existente com sua marca, oferecendo descontos baseados na quantidade ou promoções de fim de ano, para que eles possam compartilhar seu amor por suas coisas com outras pessoas.

Além disso, o remarketing não precisa ser isolado de upsells e abandono de carrinho. Você também pode aproveitar essas campanhas de remarketing para transformar clientes existentes em defensores da marca.

2. Tráfego e comportamento do site

Se você está adicionando o remarketing do Facebook ao seu kit de ferramentas de publicidade digital, provavelmente já tem uma presença online estabelecida. Isso significa que seu site está recebendo pelo menos algum tráfego regular que não converte.

Mesmo que esses leads não tenham tanta probabilidade de conversão quanto seus clientes anteriores, o remarketing para esse público ainda pode ajudar a reduzir significativamente seus gastos com publicidade.

Eles já demonstraram interesse, o que os torna um alvo de maior valor do que alguém não familiarizado com sua marca. Para alcançar esses usuários, selecione ‘Tráfego do site’ em seu construtor de público personalizado e insira o URL da página na qual deseja basear seu remarketing.

O pixel do Facebook observa quando um usuário visita o site escolhido e, se possível, conecta esse usuário a um perfil do Facebook que verá seus anúncios de remarketing.

Observação: a opção “Pessoas que visitam páginas da web específicas, mas não outras” é útil para excluir o tráfego que já foi convertido. 

Lembre-se de que esses não são os clientes existentes que você está tentando trazer de volta – são navegadores casuais que podem ser atraídos para a próxima etapa do funil de marketing.

Use anúncios gerais que se concentrem em novos produtos, benefícios e códigos de desconto para chamar sua atenção. Embora possa parecer que essa estratégia não é muito melhor do que um tiro no escuro, a taxa média de cliques (CTR) para anúncios de remarketing ainda é dez vezes maior do que os anúncios gráficos padrão.

3. Atividade do aplicativo

Se você tem um aplicativo iOS ou Android personalizado que os clientes estão usando, pode fazer remarketing para eles no Facebook com base em atividades específicas no aplicativo.

E com a mídia social cada vez mais prevalente a cada dia, ignorar esse público potencial é um erro que você não pode cometer. Para configurar isso, você precisará registrar seu aplicativo no Facebook e escolher ações ou eventos que irão acionar seus anúncios.

Eles podem ser eventos predefinidos ou personalizados, desde abrir o aplicativo pela primeira vez até adicionar informações de pagamento e fazer compras. Escolha “Atividade do aplicativo” no menu “Criar um público personalizado” para começar. 

Os públicos-alvo personalizados também permitem que você escolha o período de tempo que deseja usar para sua campanha. Por exemplo, você pode alcançar usuários que fizeram compras no aplicativo especificando “Nos últimos 30 dias” para alcançar pessoas que concluíram um “evento de compra” definido no mês anterior.

Observação: para obter mais informações, consulte o guia do Facebook para a criação de públicos personalizados para seus anúncios de aplicativos.

 

4 dicas para obter o máximo das suas campanhas de remarketing no Facebook

Uma pesquisa recente compartilhada pelo Small Business Trends disse que mais de 60 por cento dos proprietários de negócios pensam que seus anúncios no Facebook não estão alcançando seu público ideal.

Embora alguns desses resultados possam estar relacionados à falta de compreensão da plataforma, existem etapas reais que as empresas e agências podem realizar para alcançar os usuários certos e melhorar as taxas de conversão.

1. Certifique-se de que seus anúncios são relevantes para o público

A maneira mais eficaz de alcançar seu público-alvo ideal é refinar implacavelmente sua segmentação. A interface do usuário no sistema de remarketing do Facebook tende a enfatizar os dados demográficos, que são as informações mais confiáveis ​​e abrangentes disponíveis.

Mas os dados demográficos por si só não o colocarão na frente de seu público-alvo. Ferramentas como interesses e exclusões podem tornar sua segmentação hiper específica e reduzir o desperdício de orçamento em impressões irrelevantes.

Os interesses e exclusões podem ser personalizados em combinações “ou / ou / e” para refinar ou expandir sua segmentação. Você também pode garantir que seus anúncios sejam relevantes criando uma campanha publicitária separada para cada estágio do funil de marketing do Facebook.

Afinal, seu público no Facebook tem interesses e expectativas variados, como qualquer outro. Você precisará de uma estratégia que aborde esses vários objetivos e forneça soluções.

Com os ajustes certos, sua campanha de remarketing do Facebook pode mostrar aos leads os anúncios certos com base na posição deles no funil de marketing.

2. Almeje aqueles que têm maior probabilidade de comprar

Como a dica acima, isso pode parecer bastante óbvio com base no que você já aprendeu. Mas as configurações de público-alvo personalizado do Facebook permitem que você se aprofunde ainda mais em detalhes para alcançar usuários que demonstraram um interesse mais intenso em sua marca.

Por exemplo, você pode criar uma campanha de remarketing para atingir os leitores do blog usando os parâmetros de ‘tráfego do site’ descritos acima. Mas você pode destacar o público do seu blog de alto ROI com ajustes específicos como:

  • Segmentar visitantes que visualizaram mais de uma postagem do blog;
  • Segmentar visitantes que visualizaram uma postagem de blog e uma página de destino;
  • Segmentar visitantes que visualizaram uma postagem e sua página de preços (indicando interesse em seu produto).

Atualizações semelhantes podem ser feitas para outros visitantes que se envolveram com seu conteúdo em um nível mais intenso.

Embora não possamos recomendar a exclusão de seu palheiro para perseguir agulhas, o remarketing do Facebook torna possível atingir esses alvos de alto valor por meio de níveis de segmentação, e não fazer isso pode ser uma oportunidade perdida para sua campanha.

3. Use públicos semelhantes do Facebook

Você aprendeu como criar um público personalizado com base em suas informações existentes ou rastreando dados de seu site ou aplicativo móvel. Quando você deseja ir além desses limites, pode criar um público semelhante.

O Facebook cria públicos semelhantes ao encontrar usuários com atributos que se alinham ao seu público base. Esses filtros podem ser “colocados em camadas” em suas configurações de público-alvo personalizado para encontrar leads que possam se encaixar em seu perfil.

Por exemplo, digamos que você importe uma lista de usuários que baixaram seu e-book para criar seu público personalizado. O Facebook pode gerar um público semelhante de usuários semelhantes que compartilham características e interesses com os dados de clientes potenciais existentes.

Embora esses clientes em potencial possam não estar familiarizados com sua marca ou produtos, as informações de segmentação que os trazem para sua esfera de publicidade significam que esses clientes potenciais têm mais probabilidade de conversão do que alguém sem nenhum interesse em seu negócio ou setor.

Públicos-alvo semelhantes são uma ótima maneira de expandir seus públicos-alvo de remarketing altamente refinados para que você possa alcançar um grupo mais amplo de clientes / leads em potencial qualificados.

4. O tempo é tudo

Mencionamos acima que um dos benefícios do remarketing do Facebook é manter seu produto e sua marca atualizados na mente de um cliente potencial. Para que sua campanha seja eficaz, é importante atingir o ponto ideal entre “cedo demais” e “o que é isso de novo?”

O tempo de sua campanha é personalizável e deve ser baseado em seus clientes. Se o seu ciclo de vendas for curto, o Facebook sugere o remarketing para os visitantes do site nos últimos 15 a 30 dias.

Para transações que exigem mais pontos de contato, você pode estender sua janela de recência para manter os usuários em movimento no funil. Mais da metade do valor da conversão aconteceu no segmento “12-30 dias” desta campanha, tornando-o um bom candidato para estender a janela de recência. 

E por falar em exclusão, todos nós já vimos campanhas de remarketing que tentam nos vender produtos que já compramos, certo? É importante evitar essas redundâncias, elas desperdiçam seus gastos com publicidade e não oferecem ao cliente um bom motivo para voltar para mais.

Para isso, você pode configurar sua campanha no Facebook para deixar de fora usuários que se converteram recentemente por um período definido. A maioria das campanhas de remarketing B2C exclui compradores recentes por cerca de uma a duas semanas, a menos que você tenha oportunidades de vendas cruzadas específicas para promover.

 

Conclusão

O Facebook é um dos executores mais confiáveis ​​para marketing de mídia social, e praticamente qualquer empresa que investe em gastos com publicidade online pode capitalizar as oportunidades que essa tática oferece.

Essas campanhas de remarketing no facebook podem maximizar sua publicidade paga, mantendo sua marca sempre presente nas mentes dos clientes potenciais, oferecendo incentivos para conversão e reduzindo o abandono do carrinho.

Para obter o máximo de sua campanha, refine sua segmentação para garantir que apenas usuários relevantes vejam seus anúncios, envolva públicos de alto valor e semelhantes e programe suas campanhas para maximizar o interesse do cliente e evitar redundâncias.

Adriano Luz


Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Este site utiliza cookies para armazenamentos de dados de visitação para melhorar sua experiência.
Open chat
1
Olá, Você deseja resultados para seu negócio?
Headlines Prontas
Mais de 200 títulos para escolher
Resgatar o meu E-BOOK