Os Melhores Conteúdos
De Marketing Digital

Tudo que sua empresa precisa para se posicionar e vender.

O que é uma persona? Como ela pode impactar em suas ações de Marketing

fevereiro 22, 2020 by Adriano Luz0
persona.jpg

Uma persona de usuário é uma representação fictícia do seu cliente ideal.

Fazendo parte de um processo de marketing de sua empresa, você iniciará o processo de realizando pesquisas com os usuários – criando empatia com os usuários-alvo e identificando exatamente o que eles precisam do produto que você está projetando.

Uma persona geralmente é baseada nessa pesquisa de usuários e incorpora as necessidades, objetivos e padrões de comportamento observados do seu público-alvo.

Confira o exemplo abaixo retirado do site CareerFoundry:

buyer persona

 

Por que você precisa de uma persona?

Esteja você desenvolvendo um aplicativo para smartphone ou um site responsivo para dispositivos móveis, ou qualquer ação de Marketing de sua empresa, é muito importante entender quem usará o produto.

Para resolver um problema real do usuário, você precisa ter uma declaração clara do problema em mente; para escrever esta declaração do problema, primeiro você precisa entender seus usuários e suas necessidades.

Conhecer seu público ajudará a influenciar os recursos e elementos de design que você escolher, tornando seu produto mais útil.

Uma persona esclarece quem está no seu público-alvo, respondendo às seguintes perguntas:

  • Quem é meu cliente ideal?
  • Quais são os padrões de comportamento atuais dos meus usuários?
  • Quais são as necessidades e objetivos dos meus usuários?
  • Quais problemas e pontos de dor eles enfrentam atualmente dentro do contexto fornecido?

Entender as necessidades de seus usuários é vital para o desenvolvimento de um produto de sucesso.

Personas bem definidas permitirão identificar e comunicar com eficiência as necessidades do usuário.

O Personas também o ajudará a descrever as pessoas que usam seu produto, o que é essencial para sua proposta de valor geral.

As personas ajudam na elaboração de estratégias e na tomada de decisões de design inteligente.

Eles tornam os usuários reais memoráveis ​​para a equipe do produto, ajudando a concentrar esforços e criar empatia.

Então, em poucas palavras, as personas dos usuários são cruciais se você deseja criar algo que seja útil, desejável e valioso para o seu público-alvo.

Uma personalidade sólida do usuário é sua estrela do norte, guiando suas decisões de marketing do início ao fim.

Não apenas isso. A maioria dos gerentes de marketing trabalham em equipes multidisciplinares, onde é importante comunicar suas descobertas desde o estágio de pesquisa do usuário.

As personas abrangem todos os detalhes essenciais sobre seus usuários, apresentando-os de uma maneira memorável que todos podem entender – não apenas quem está na área de marketing.

 

Como você define uma persona de usuário?

Para você conhecer bem uma persona você precisa ter definições claras e conter estes 4 tópicos:

  • Cabeçalho
  • Perfil demográfico
  • Objetivo final
  • Cenário

Antes de fazer a criação da persona, faça muitas pesquisas para garantir que suas personas representem com precisão seus usuários.

Depois de reunir uma quantidade adequada de dados qualitativos e quantitativos, organize as informações em grupos de pessoas que representam seus clientes ideais.

Lembre-se de focar nas principais necessidades dos grupos de usuários mais importantes – você não pode ser tudo para todos, nem deve tentar ser!

Depois de criar seus grupos de usuários, você pode transformá-los em personas de usuários.

Vamos dar uma olhada nas quatro etapas necessárias para criar uma persona de usuário.

 

Etapa 1: adicionar um cabeçalho

O cabeçalho inclui um nome, imagem e citação fictícios que resumem o que é mais importante para a persona no que se refere ao seu produto.

Esses recursos ajudam a melhorar a memorização, mantendo a equipe de design focada nos usuários para os quais estão construindo o produto.

Vamos imaginar que você está criando um aplicativo de viagem. Os fundamentos da sua persona de usuário podem ser assim:

Nome: Samara Rodrigues

Citação resumida: “Leve-me a destinos de férias desconhecidos, longe das armadilhas para turistas.”

Essa primeira etapa pode parecer simples, mas esses recursos garantem que sua persona seja memorável, mantendo a equipe de design focada em quem eles estão projetando.

 

Etapa 2: adicionar um perfil demográfico

Embora o nome e a imagem possam ser fictícios, os detalhes demográficos são factuais e baseados na pesquisa do usuário.

O perfil demográfico inclui quatro seções principais: histórico pessoal, histórico profissional, ambiente do usuário e psicografia.

 

Histórico pessoal

Os antecedentes pessoais incluem detalhes como idade, sexo, etnia, educação, grupo de pessoas (por exemplo, mães que trabalham) e status da família (por exemplo, solteira, casada com filhos, viúva etc.).

Os antecedentes pessoais de Samara podem ser descritos da seguinte forma: Samara, 52 anos, mãe divorciada de dois filhos, possui mestrado em química.

 

Formação profissional

A formação profissional inclui detalhes como ocupação profissional, nível de renda e experiência profissional.

Aqui, podemos acrescentar que Samara trabalha em período integral em uma empresa farmacêutica e ganha cerca de R$ 65.000 por ano.

 

Ambiente do Usuário

O ambiente do usuário representa o contexto físico, social e tecnológico do usuário. Esta seção é usada para responder perguntas como: A quais dispositivos tecnológicos os usuários têm acesso?

Eles passam a maior parte do tempo em um escritório corporativo ou em um escritório em casa?

E com que frequência eles colaboram com os outros? Portanto, o ambiente de usuário de Samara poderia estar em seu escritório, principalmente em um laptop, mas também em seu iPad ao ir e voltar do trabalho.

 

Psicografia

A psicografia inclui detalhes como atitudes, interesses, motivações e pontos problemáticos.

Criar um perfil psicográfico permite entender melhor por que seu usuário se comporta de uma certa maneira, inclusive por que ele usa seu produto.

Vamos continuar imaginando que você está criando um aplicativo de reserva de férias. Algumas informações psicográficas úteis para incluir na sua persona de usuário podem ser:

  • Samara desfruta de retiros de spa de luxo e odeia armadilhas para turistas
  • Aprecia um elemento de exclusividade
  • Gosta de experimentar a autêntica culinária local
  • Prefere viajar sozinho ou com outra pessoa
  • Tende a favorecer a qualidade sobre a economia

No geral, o perfil demográfico adiciona uma camada adicional de realismo à persona do usuário, aumentando a empatia ao explorar as necessidades e os objetivos do usuário.

Perfis demográficos para definir personas de usuário

 

Etapa 3: adicionar meta (s) final

O objetivo final é o fator motivador que inspira a ação e responde à pergunta: o que os usuários desejam ou precisam realizar usando seu produto?

Os objetivos finais são as principais forças motrizes de seus usuários e determinam o que a persona deseja ou precisa cumprir.

No caso de Samara, seu objetivo final ao usar seu aplicativo de reservas de férias é descobrir e reservar destinos de férias luxuosos e fora do comum.

 

Etapa 4: adicionar um cenário

Um cenário é uma narrativa do “dia-da-vida” que descreve como uma persona interagia com seu produto em um contexto específico para atingir seu (s) objetivo (s) final (is).

O cenário geralmente define quando, onde e como a narrativa ocorre. Eles geralmente são escritos da perspectiva da persona e descrevem casos de uso que podem ocorrer no futuro.

Por exemplo, o cenário de Samara poderia começar assim:

“Pelo menos uma vez por ano, gosto de sair em férias de luxo. Tento descobrir lugares onde nunca estive antes e me ater a destinos que ainda não estão cheios de turistas.

Como trabalho em período integral, não tenho muito tempo para procurar e reservar cada elemento individual das minhas férias.

Idealmente, vou encontrar algum tipo de pacote que inclua recomendações de restaurantes locais … ”

 

Sugestões adicionais

Cada persona de usuário é tipicamente uma página, o que exige que você se concentre nos elementos essenciais.

Como regra geral, evite adicionar detalhes extras que não possam ser usados ​​para influenciar o design. Se não afetar o design final ou ajudar a tomar decisões mais fáceis: omita-o.

As personas também são essenciais para encontrar clientes ideais na vida real, para que você possa testar e validar seu produto com pessoas reais.

Portanto, verifique se cada personagem é específico e realista: evite caricaturas exageradas e inclua detalhes suficientes para ajudá-lo a encontrar uma representação da vida real.

 

Conclusão

Em resposta a prazos mais curtos do projeto, as personas são o método ideal para identificar rapidamente as necessidades do usuário.

Usando dados reais para desenvolver usuários arquetípicos, as equipes podem projetar personas com a confiança de que elas também atenderão às necessidades de uma ampla base de consumidores.

Ao criar personas de usuário, lembre-se de focar no contexto do produto que você está projetando.

Enquanto você não quer construir um personagem realista, não há necessidade de incluir detalhes inúteis que não vai influenciar o design final.

Se você está criando um aplicativo de reserva de férias, não faz sentido incluir informações nos programas de TV favoritos de Samara ou em qual time de futebol ela apoia.

Portanto, inclua apenas detalhes que servem a um propósito de design!

No geral, as personas são úteis durante toda a fase de desenvolvimento do produto: desde a decisão sobre quais recursos ter em um protótipo até a avaliação do produto final.

Quando combinados com métodos adicionais de design da experiência do usuário, como testes de usabilidade e análises de tarefas, as personas são vitais para o lançamento de uma solução útil e utilizável.

Adriano Luz


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com * Required fields are marked *


Open chat
1
Olá, Você deseja resultados para seu negócio?
Powered by