Os Melhores Conteúdos
De Marketing Digital

Tudo que sua empresa precisa para se posicionar e vender.

O que é SEO? Aprenda com exemplos reais

11-1200x675.png

Todas as empresas que investem em potencial de Marketing e principalmente Marketing Digital, procuram engajamento em suas contas e consequentemente resultados visíveis de todo o investimento de tempo, dinheiro e trabalho.

Mas, cada segmento do mercado funciona de uma maneira, assim como o próprio público, e estão sempre em mudanças, devido a isso, é importante se basear no seu nicho para determinar o tipo de marketing a ser utilizado.

Um deles disponível e relacionado diretamente com a maior plataforma de pesquisas e resultados, o Google, está o “SEO”. Primeiramente, entenda o significado do termo “SEO”, muito utilizado na área do Marketing Digital.

SEO é abreviação de uma palavra do inglês “Search Engine Optimization” que significa que é um termo para um conjunto de estratégias e técnicas para engajar, potencializar, e aperfeiçoar o posicionamento de um site nas plataformas de buscas orgânicas (Google, por exemplo), gerando mais visitas e mais juntamente, mais vendas.

A sua criação veio bem próximo da criação e desenvolvimento do próprio Google, em 1997, após uma banda notar que sua visibilidade no site havia diminuído e que a causa seria alterar as palavras-chave da busca para algo mais preciso, direto e objetivo, no qual realmente obteve resultados.

Tornando-se oficial com a publicação em um Blog feita por Adam Audette no qual o mesmo apresentou o termo SEO com referências e informações concretas da primeira aparição oficial do que foi na verdade por John Audette em sua página de Multimedia Marketing Group.

A ideia do SEO é baseada em classificar os itens em segmentos de categorias baseados em um ranking. Você então classifica sua empresa, marca, produto, ou serviço e a partir disso o Google e outros sites de busca definem como um filtro o que irá ser incluído no ranking de resposta à busca, a partir das palavras-chave ou necessidade da busca.

Para o Google, maior empresa indicadas para investir e receber resultados quando se trata de vendas, anúncios, a classificação é feita a partir de recomendações, investimentos, qualidade, busca, entre outros.

Quando você investe em técnicas de SEO, ele visa melhorar posicionamento nos mecanismos de busca, fazendo com que a sua marca seja destaque nos resultados orgânicos (sem patrocínio).

Para iniciar o entendimento da técnica de SEO por completo, entenda que existem variações nos tipos de buscas referentes ao Google, por isso as conheça para melhorar o desempenho.

A Pesquisa ou busca navegacional trata-se de uma pesquisa feita a fim de chegar a um destino no qual o usuário já conhece, mas por algum motivo pesquisa no Google para ter acesso mais específico.

Enquanto isso, a Pesquisa ou busca informacional trata-se da pesquisa no qual o usuário busca informações de alguma necessidade de serviço, produto ou conteúdo, que são respondidas por meio de publicações, anúncios, notícias através de resultados orgânicos, então é nesse momento que o seu conteúdo ou anúncio deve ter um bom posicionamento no Google, para atingir até os “desinformados”.

Por fim, a Pesquisa ou busca transacional trata-se da busca mais importante e valiosa, no qual a intenção desde o início é obter uma compra de produto ou serviço, ou fazer qualquer transação online.

Então estude bem esses três termos e esteja preparado para atender as demandas necessárias vindas dessas três classificações.

Vantagens da utilização do Google

Orçamento flexível: O valor investido para impulsionar resultados no Google é feito de forma flexível, é decidido e alterado pelo empreendedor no momento que sentir necessidade, além do fato de que existem tipos de anúncios que podem ser escolhidos de acordo com a visão de crescimento que sua empresa possui;

Segmentação: Com os resultados gerados, dentro deles são feitas uma segmentação de público, sendo ela feita por: faixa etária, gênero, interesses, horários e tempo de acesso, mapeamento geográfico, palavras-chave utilizadas, dispositivos, classe social e muitos outros.

Com isso há um controle de como agir e principalmente para qual público agir, evitando gastos desnecessários;

Resultados: Quando há um investimento feito no Google, o mesmo gera para o empreendedor resultados dos dados de pesquisas e relacionados que o Google recebeu sobre a sua empresa, produto ou serviço, facilitando então para haver um controle de resultados e na direção a qual seguir.

Exemplos de técnicas SEO

São dicas de técnicas SEO retiradas de exemplos reais, que funcionaram e continuam atualizados para gerar maior engajamento, e principalmente o desejado destaque na primeira página de pesquisa do Google.

1. On-Page: Possui termos que são fundamentais para um engajamento do site, sendo os Títulos das Páginas, Heading Tags, Atributo Alt em imagens, URL dos arquivos, Conteúdo e domínios do site.

São necessidades que envolvem fatores de melhora e crescimento do site, trazendo o “Título das páginas” assim como o nome do site, como fator de maior importância, afinal, o mesmo carrega a primeira impressão e deve carregar a palavra-chave que irá transportar o consumidor para o seu site, e que seja contextualizado perante ao conteúdo (facilitando a entrega do anúncio também quando há mais usos da palavra-chave no próprio texto do conteúdo);

2. Off-Page: Enquanto na parte externa do site, são necessários técnicas para desenvolver os Números de links, Qualidade dos links, Texto âncora dos links externos.

Uma visão que o Google possui de popularidade é quantidade de domínios que linkam e apontam para o seu site (porém, atente-se para que sejam sites com credibilidade e relevância para indicar seu domínio).

Links de qualidade são links que possuem conteúdos de qualidade e são referência para outros portais e sites de qualidade.

3. Palavra-Chave: É um dos principais e mais importantes fatores que determinam o resultado de destaque em uma pesquisa simples. Determine palavras-chave que sejam curtas, objetivas e de fácil entendimento.

Coloque-se no lugar do público para atender como o mesmo iria pesquisar e para obter o resultado referente ao seu produto, serviço ou conteúdo;

4. URL correta: deve ser objetiva e de fácil entendimento para seus visitantes, organize as palavras que serão inseridas na URL de forma que sejam autoexplicativas, informando também a localização na internet, evite principalmente números repetidos e palavras confusas;

5. Meta tag description: É o texto visível para a descrição no Google acompanhada do Título da página, disponibilizando apenas 160 caracteres aproveite citar apenas informações de maiores necessidades e que seja uma leitura objetiva, de fácil e rápida intepretação e útil para atrair o consumidor;

6. Certificado de Segurança SSL/HTTPs: O Google trouxe essa funcionalidade que é investida por cada empreendedor como uma forma de segurança e sigilo para os usuários, então caso seu site possua essa ferramenta ativada, o Google tende a priorizar os resultados orgânicos, além de garantir segurança e ser adaptável;

7. Google AMP: Definição de Google Accelerated Mobile Pages, é uma ferramenta do próprio Google que diminui o tempo de carregamento das páginas e prepara elas para que sejam uma melhor performance online para os usuários, no qual o Google também prioriza nas buscas orgânicas os sites que incluem o AMP na sua descrição.

Conclusão

O método SEO é bastante utilizado e possui credibilidade quando se trata de engajamento através da plataforma Google. Mas, é importante que todo empreendedor estude as possibilidades e faça uma pesquisa aprofundada, para então investir seu tempo e dinheiro em marketing digital.

Existem muitas opções e quando se está focado, os resultados acompanham.

Adriano Luz


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com * Required fields are marked *


Este site utiliza cookies para armazenamentos de dados de visitação para melhorar sua experiência.
Open chat
1
Olá, Você deseja resultados para seu negócio?